Melhores jogos de terror

Melhores jogos de terror

03/11/2020 0 By André Serafim

Embora o Halloween já tenha passado, e no seguimento do nosso podcast sobre jogos de terror, deixamos os medos de lado e vamos sentar-nos numa sala escura, com fones, para que a imersão seja a melhor de todas, pois o Halloween é quando uma pessoa quiser (até porque nesta época de pandemia festas de Halloween não são recomendadas). Felizmente 2020 é um grande ano para este género de jogo, lembrando que tudo começou nos anos 80 por isso o leque de escolhas é enorme. 

Segue o que para mim são os melhores jogos do estilo, para várias plataformas, preparem as fraldas e o coração,  

Amnesia 

Sendo Amnesia um jogo da Frictional nada é o que parece. Por norma acordamos com um personagem diferente, numa casa que aprece ser um castelo da era vitoriana, e onde temos de juntar as peças para recordar o que fazemos ali enquanto passamos por alguns desafios colocados por uma mente bem distorcida. 

Phasmophobia 

Phasmophobia é claramente um jogo mais divertido com amigos do que um jogo de terror. Aqui somos caça fantasmas, eu diria que é mesmo um simulador, que tem como objectivo andar por uma casa com uma parafernália de acessórios de forma a detectar e identificar uma entidade ou criatura supernatural. 

Resident Evil 

O que dizer de uma serie de sucesso (contamos apenas do 1 ao 6 porque somos limitados)? Mesmo os que nunca jogaram jogos de terror, certamente que já ouviram falar de Resident Evil. Este jogo passa-se em Raccoon City, uma cidade infestada com um vírus, onde pessoas tentam sobreviver em vez de se juntarem aos zombies, que claramente, estão em maioria.  

The Dark Pictures Anthology 

Com uma versão piloto lançada, e que alcançou o sucesso (Until Dawn), Man of Medan e Little Hope trazem o que de melhor o seu piloto tinha. A cada jogo que passa a fórmula está cada vez mais apurada. Podia ser apenas um jogo em modo cinematográfico em que as nossas escolhas afectam a longevidade das personagens, mas isto muito bem escrito e com uns quantos jump scares torna a experiência única. 

Layers of Fear 

Layers of Fear com uma atmosfera bem imersiva somos um pintor explorando uma casa mal-assombrada, encontrando várias notas e resolvendo alguns puzzles vamos terminado a nossa obra-prima com os elementos mais macabros encontrados pelos corredores. 

Little Nightmares 

Em Little Nightmares temos um quebra-cabeças com plataformas bem ao estilo de Tim Burton sem diálogos e uma atmosfera tensa. Seguimos uma criança pequena e faminta com uma capa de chuva amarela conhecida como Six. Estamos presos numa ilha subaquática que é o lar de inúmeras criaturas estranhas e deploráveis, de um zelador cego de braços longos a uma senhora assustadora sombria, Six tem de os evitar para fugir. 

Silent Hill 

Com a morte da esposa o personagem viaja para a nebulosa cidade chamada Silent Hill, porque essa cidade? Porque após a morte da esposa ele recebeu uma carda vinda deste local, e isto inicia uma busca bem assustadora. 

Outlast 

Em Outlast andamos por Mount Massive Asylum, um asilo coberto de pura escuridão absoluta, onde a única maneira de vermos por onde vamos é através da visão nocturna de uma câmara de vídeo. Não há muito mais a dizer sobre este jogo é iniciar e desfrutar. 

Dead Space 

Numa nave espacial que não comunica com a central, uma equipa de resgate tenta perceber o porquê. Quando vai ver o que se passa, depara-se apenas com a tripulação que viraram monstros quase impossíveis de matar. Com um ambiente industrial e um som bem trabalhado criam em Dead Space uma incrível experiência de sobrevivência. 

Slender 

Baseado no conto folclórico da Internet, Slender Man, circulamos num parque onde temos de coleccionar algumas páginas sobre a queda na loucura, e morremos se olharmos para o que nos persegue, a premissa é simples, mas garante uns bons sustos.

Five Night’s At Freddy’s 

Five Night’s At Freddy’s junta dois elementos interessantes e que nunca iria imaginar para este género, uma pizzaria e bonecos de peluche, o que temos de fazer é evitar morrer. Simples e directo, apenas isto, mas não. Sem meios de autodefesa e tendo que sobreviver até o dia chegar, a experiência que parece básica tem algumas surpresas, principalmente com a rapidez que a intensidade evolui.  

Dead by Daylight 

Dead by Daylight não é um terror de sustos, mas sim de sobrevivência, somos 4 amigos que tentam fugir de um assassino. Temos de ligar geradores e evitar sermos detectados para que se consiga então fugir para sempre, ou não. A parte mais agradável é a variedade de sobreviventes e assassinos que temos, alguns bem icónicos de filmes e jogos do género. 

Endless Nightmare 

Quando uma história só atrapalha o bom susto o que fazer? Retirar a história claro. Em Endless Nightmare somos um policia que chega a casa e encontra uma cena horrível e tudo começa a parecer uma loucura, ou melhor, um pesadelo. 

iPoe – Edgar Allan Poe 

Vamos ser sinceros, iPoe – Edgar Allan Poe não é um jogo propriamente, mas merece uma menção honrosa. Esta aplicação traz as clássicas obras de Allan Poe com uma música arrepiante e boas animações para criarem uma boa experiência.